Bombando no Face

As postagens mais compartilhadas no Facebook

Bombando no Face - As postagens mais compartilhadas no Facebook

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reitera que a aeronave PR-AFA, modelo Cessna Aircraft 560XL, acidentada em Santos no dia 13, estava com a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade válidos, ou seja, a última verificação anual completa das manutenções foi executada em fevereiro deste ano.

A aeronave PR-AFA, fabricada em 2010, tem uma configuração para 9 passageiros e possuía o gravador de voz (Cockpit Voice Recorder – CVR) instalado. Pela regulamentação, a aeronave não pode decolar se o CVR não estiver funcionando. O equipamento, embora não seja um item de segurança, deve ser obrigatoriamente checado pelo comandante antes do início do taxiamento, conforme manual de operação do fabricante da aeronave. O manual também estabelece que o CVR deve ser verificado a cada 150 horas de voo ou 24 meses, o que ocorrer primeiro.

A aeronave era de propriedade da Cessna Finance Export Corporation e era operada pela empresa privada AF Andrade Empre. e Participações LTDA, por meio de arrendamento operacional (leasing), conforme Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB). A Anac informa que solicitou apoio da Polícia Federal (PF) para localização do operador a fim de verificar informações veiculadas pela imprensa sobre eventual venda da aeronave, ainda não comunicada à Agência.

A Anac está contribuindo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (Cenipa) e com a Polícia Federal para as apurações sobre as circunstâncias e as causas do acidente. Todas as informações levantadas pela Agência serão encaminhadas a esses órgãos para comporem os processos de investigação.

Saiu no Jornal! Jovem é executado em Campina Grande e amigo só levou tiro de raspão. A repórter pergunta se a mãe tinha conhecimento de alguma coisa de errado que ela fazia e de resposta leva… “eu não andava com ele”…. E depois esses parentes cretinos querem que a polícia faça alguma coisa.

Saiu no Jornal! Jovem é executado em Campina Grande e amigo só levou tiro de raspão. A repórter pergunta se a mãe tinha conhecimento de alguma coisa de errado que ela fazia e de resposta leva… “eu não andava com ele”…. E depois esses parentes cretinos querem que a polícia faça alguma coisa. Simples…. Se não era viciado e nem devia drogas, sobrou… roubou alguém errado…mexeu com a mulher da pessoa errado…falou besteira quando não devia……comprou briga de quem não devia.

Esses parentes devem se tocar de uma coisa, ninguém morre de graça ou enganado e quando morre a polícia descobre porque o bandido não planejou a morte errada, então aparece falhas.

Ai tem os que morrem de acidentes e querem de todo jeito dizerem que é crime, é mesmo? Bora lá. Mostre as provas. Pra tudo precisa de prova. A mídia sensacionalista ta ai pra todo mundo!